NOSSAS DICAS

COMO EVITAR À CEGUEIRA EM 2020

O olho humano é um órgão de pequenas dimensões, porém de fundamental importância, a visão!


img24

O olho humano é um órgão de pequenas dimensões, porém de fundamental importância, a visão! Pode ser acometido por mais de 3 mil tipos de doenças oculares diferentes e nenhuma destas doenças podem ser diagnosticadas com uma simples avaliação de grau.

Hoje, no Brasil, há mais de 1,2 milhão de cegos (Visão corrigida igual ou inferior a 20%, cegueira legal). A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e/ou tratáveis. Isso significa que quase 700 mil brasileiros que são cegos poderiam estar enxergando se tivessem recebido tratamento adequado e em tempo adequado. Por isso, o acesso ao atendimento médico oftalmológico é decisivo para alterar as condições de saúde ocular do povo brasileiro. Em 2020 existirão no mundo 75 milhões de pessoas cegas e mais de 225 milhões de portadores de baixa visão (Visão corrigida entre 20-60%). Sendo que 90% dessas pessoas são habitantes dos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento (Brasil).

Segundo pesquisa realizada no Brasil pelo Instituto  Penido Burnier, apesar de 77% dos brasileiros afirmarem que a visão é um sentido muito importante, quando se trata de cuidados com a saúde ocular, a maioria das pessoas, entre 25 e 65 anos, desconhece a importância disso!  Mesmo quem não tenha doenças oculares ou não use óculos deve visitar o oftalmologista e fazer exames de vista, pelo menos, anualmente. A pesquisa aponta que embora 64% das pessoas tenham alguma dificuldade de enxergar, metade delas não faz nenhum acompanhamento oftalmológico anual, o que consiste em um grande erro, pois a grande maioria dos problemas oculares possuem inicio assintomático e evolução insidiosa, ou seja, o paciente só sente os primeiro sintomas nos estágios avançados destas doenças.

Segundo a OMS, 43% dos problemas visuais, em países em desenvolvimento, são causados por erros refrativos não corrigidos e 80% de todas as deficiências visuais podem ser evitadas ou curadas. De acordo com especialistas, entre 70% e 90% da população mundial sente desconfortos visuais após passar horas em frente à tela. Apesar de não ser classificada como patologia pela Medicina, a fadiga ocular já é considerada um problema de saúde, fruto da vida moderna, que atinge cerca de 60% das pessoas com menos de 45 anos no mundo, tanto os usuários ou não de óculos. 

Segundo pesquisa do IBGE, 80% dos 24,6 milhões de pessoas que possuem alguma deficiência, no Brasil, são cegas ou possuem baixa visão. Procedimentos como exames clínicos e aferição de pressão intraocular podem detectar eventuais alterações da visão.

Embora a visão seja um sentido primordial para as atividades do dia a dia, no Brasil, uma pesquisa realizada pelo Ibope no país, com aproximadamente duas mil pessoas, mostra que um terço da população acima de 16 anos nunca foi ao oftalmologista!

A principal causa de cegueira evitável ou curável no Brasil, e na América Latina em geral, é a catarata. Ela afeta principalmente a população com mais de 60 anos, mas é curável cirurgicamente.

Na infância, as principais causas da cegueira são as infecções congênitas, a catarata congênita, a retinopatia da prematuridade e o glaucoma congênito, sendo que todas têm tratamento.
Entre adolescentes e adultos jovens, os acidentes de trânsito, acidentes em atividades esportivas e no ambiente de trabalho podem ser evitados com cuidados simples e uso de óculos de proteção.

Nos adultos, a detecção precoce de glaucoma (cerca de 900 mil glaucomatosos no Brasil, mas o número pode ser maior), principal causa de cegueira irreversível, é fundamental, e só é possível através do exame oftalmológico regular. A catarata tem prevalência muito elevada, acima dos 60 anos, assim como a degeneração macular (DMRI- Degeneração Macular Relacionada à Idade), e devem ser monitoradas com frequência.

No diabético, tanto do tipo I quanto do tipo II, a cegueira por retinopatia diabética pode ser evitada com o tratamento precoce com laser, antiangiogênicos e cirurgias, sem esquecer da importância do controle clínico-metabólico.

"... a cada cinco segundos uma pessoa fica cega no nosso mundo, e uma criança fica cega a cada minuto”. O custo econômico da cegueira no mundo é estimado em US$ 28 bilhões por ano (OMS)."

Sendo assim, a prevenção é o melhor remédio. Apenas à visita periódica (Anual) e precoce (Desde nascimento, teste do olhinho) ao oftalmologista é capaz de mudar esta triste realidade mundial. Só o médico Oftalmologista é capacitado ( No mínimo 9 anos de formação) e legalmente habilitado ( Decretos 20.931/32, 24.492/34,  ADI 533-2/MC e STJ- 15/09/2015 Ácordão do Ministro Humberto Martins) para examinar, detectar, diagnosticar e tratar sua saúde ocular.

Dr. Carlos Lima.
Presidente da Sociedade Paraense de Oftalmologia e Associação Paraense de Oftalmologia.
CRM-PA: 7967.

Dr. Mauricio Vulcão.
Membro da Diretoria Colegiada do Sindicato dos Médicos do Pará.
CRM-PA: 7205

Dr. Edmundo Almeida.
Presidente da Associação Paraense de Retina e Vítreo
CRM-PA: 2976

Dr. Valério Ribeiro
Advogado
OAB-MG 74.204
OAB-RJ 181.688


img23

O DIABETES E A RETINOPATIA DIABÉTICA

Todo paciente diabético deve fazer acompanhamento médico oftalmológico pelo menos uma vez ao ano.

Saiba Mais

Saiba Mais
img23

O IMPACTO DAS TECNOLOGIAS NA SAÚDE OCULAR

O uso constante e cada vez mais precoce das telas (Tv, computador, tablet e celular) tem contribuído cada vez mais para o aparecimento de sinais e sintomas oculares.

Saiba Mais

Saiba Mais
img23

DERMATOCÁLASE

O excesso de pele nas pálpebras pode levar a queixas estéticas e funcionais.

Saiba Mais

Saiba Mais


Fale Conosco

Dúvidas ou sugestões entre em contato.

Fale com a gente