NOSSAS DICAS

"DERRAME OCULAR" X SAÚDE DO CORPO

Saiba tudo sobre este frequente sinal ocular que pode dizer muito sobre sua saúde em geral!


img24

Popularmente conhecida como “derrame ocular”, a hemorragia subconjuntival, cujo nome científico é hiposfagma, ocorre quando há uma ruptura de um vaso sanguíneo e o consequente acúmulo de sangue no espaço existente entre a esclera (parte branca do olho) e a conjuntiva (fina membrana que recobre a esclera). Como o olho subitamente se torna muito vermelho, costuma causar grande apreensão. Será algo realmente grave? Por que ocorre? Existe tratamento? Pode-se prevenir? Vamos tirar as suas dúvidas.  

 A hemorragia subconjuntival é uma entidade bastante comum, pode ocorrer de forma espontânea, sem causa identificável; devido a traumas na região ocular; situações que causem aumento da pressão nos vasos oculares (vômitos, tosse, exercícios intensos ou uso de força excessiva); distúrbios da coagulação; uso de algumas medicações (aspirina); além do controle inadequado da hipertensão arterial ou diabetes.

Felizmente, em geral, é um quadro benigno, normalmente sem sintomas, embora algumas vezes possa ser relatada uma pequena sensação de olho seco ou irritação ocular. Não há turvação visual, pois o sangramento é superficial, bem diferente do sangramento intra-ocular que tende a ocasionar uma diminuição visual importante.  

Seu médico oftalmologista de confiança deve ser sempre consultado quando houver um quadro de olho vermelho, pois o diagnóstico abrange várias patologias, como: blefarite, conjuntivite, episclerite, esclerite, ou uveíte, algumas potencialmente graves para a sua saúde ocular, podendo acarretar em sequelas significativas, principalmente se houver demora para procurar atendimento médico especializado.

Feito o diagnóstico de hemorragia subconjuntival, geralmente não há necessidade de grandes preocupações. Porém, este sinal ocular pode ser um aviso sobre algo de errado nos olhos ou na saúde geral do organismo. O olho humano pode ser acometido por mais de 3 mil tipos de doenças oculares diferentes de origem ocular primária ou secundária à alguma doença sistêmica e/ou tratamento específico.

Após 1 ou 2 semanas, geralmente ocorre a melhora espontânea da vermelhidão, sem a obrigatoriedade de qualquer tratamento. Porém o uso de compressas geladas, lubrificantes e vasoconstritores oculares pode ser indicado caso o seu oftalmologista julgue necessário.

Com relação à prevenção, é importante investigar a possibilidade de hipertensão arterial e diabetes, e caso possua, iniciar o tratamento adequado, pois se estiverem mal controladas ocasionam fragilidade vascular e maior risco de sangramentos intra e extra-oculares. Na vigência de hemorragias subconjuntivais de repetição, é interessante avaliar a existência de alguma doença que interfira na coagulação sanguínea, como as hemofilias.

Apenas o médico oftalmologista é capacitado (no mínimo 9 anos de formação) e habilitado legalmente para cuidar da saúde de seus olhos.

 

Dr. Marcelo Otávio Santos de Almeida.

Médico Oftalmologista

Fellow-ship em Catarata e Estrabismo pela Santa Casa de São Paulo.

CRM-Pa: 9149

 

Dra. Cristina Cardoso Coimbra Cunha.

Médica Oftalmologista.

Fellow-ship em Córnea, Cirurgia Refrativa e Lente de Contato pela Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP.

CRM-Pa: 8998.

 

Dra. Flávia Ribeiro Monteiro de Godoy.

Médica Oftalmologista.

Fellow-ship em Estrabismo pelo Hospital Infantil Joana Gusmão - SC.

Fellow-ship em Oftalmopediatria e Estrabismo- University of British Columbia -CANADÁ.

CRM-Pa: 10271.

 

Dr. Carlos Henrique Vasconcelos de Lima

Médico Oftalmologista

Fellow-ship em Catarata, Glaucoma e Plástica Ocular pela Faculdade de Medicina de Marília – SP.

CRM-Pa: 7967

 

 


img23

Ceratocone

O melhor tratamento está no diagnóstico precoce desta patologia ocular

Saiba Mais

Saiba Mais
img23

CIRURGIA PLÁSTICA OCULAR.

A oftalmologia dos anexos dos olhos.

Saiba Mais

Saiba Mais
img23

DERMATOCÁLASE

O excesso de pele nas pálpebras pode levar a queixas estéticas e funcionais.

Saiba Mais

Saiba Mais


Fale Conosco

Dúvidas ou sugestões entre em contato.

Fale com a gente